AMDA associação em Mértola para Desenvolver e Animar

Criada em 2001, a AMDA tem como objectivos gerais a dinamização sócio-cultural da população local e a oferta de oportunidades de desenvolvimento profissional e artístico às pessoas que promovem e participam nas actividades realizadas. Pretende-se estimular a troca de experiências e o convívio social através das artes e da cultura, dinamizando uma região carente de recursos humanos especializados e empregos que os possam atrair ou manter.

A partir de 2008 e até ao presente a AMDA passou a dedicar-se sobretudo à produção do projecto dansul – dança para a comunidade no sudeste alentejano, com a coordenação de Paula Varanda. Em 2010 sob a coordenação de Rosa Roxo a associação passou a acolher o novo Núcleo de Artes Plásticas e Artesanato (NAPA), para apoiar a actividade de jovens artistas locais.

Até 2007 foi promovido um leque variado de actividades, desde a formação artística à programação de eventos, com projectos de sensibilização para questões ambientais, intervenção nas escolas com jogos e acções desportivas e festas de animação. Neste âmbito afirmaram-se pela continuidade e visibilidade no concelho a Feira da Juventude e o Núcleo de Dança.

Com quatro edições entre 2003 e 2007, a Feira da Juventude tornou-se um evento emblemático de intercâmbio e programação artística e recreativa, apresentando espectáculos e exposições, que renovou a utilização de espaços e equipamentos para fins culturais em Mértola, mobilizando muitos jovens como artistas participantes, na produção executiva, ou como público.

O Núcleo de Dança, sistematizou entre 2003 e 2007 uma oferta de formação regular para cerca de 30 alunos por ano, gerando assim uma familiaridade local com a dança contemporânea e também uma ligação forte com o conjunto de professoras, com experiência profissional e formação certificada, que ciclicamente vinha de fora para ensinar.

dansul é uma produção da
AMDA 10 anos filme