dansul 2008

Este projecto deseja sedimentar a existência e regularidade de actividades ligadas à dança, dinamizando a comunidade que vive no baixo Alentejo, com alternativas tanto ao nível do entretenimento como ao nível da experiência mais directa com processos criativos e acções de formação. dansul irradia a partir de Mértola, mas no seu primeiro ano já abrange também os municípios de Beja e Castro Verde, aventurando-se numa colaboração de âmbito distrital, que permita um maior aproveitamento das actividades planeadas e que contribua para o cruzamento das populações e dos agentes culturais que nelas trabalham. As três vertentes a desenvolver são a formação, a criação e a programação. Assim surge a presente proposta que acontece entre Outubro 2008 e Abril 2009, com aulas regulares e oficinas pontuais de dança, um espectáculo criado de raiz com bailarinas de Mértola, e a apresentação de três peças para o público infanto-juvenil, feitas por companhias profissionais convidadas cujo trabalho tem circulado nacionalmente.

Queremos contribuir para a integração da dança na oferta cultural dos vários recintos da região que têm sido recuperados nos últimos anos; envolver estreitamente a comunidade escolar sensibilizando-a para o papel da arte na educação; estimular relações duradouras entre os artistas e professores que trabalham longe e as comunidades locais que os podem acolher pontualmente. A produção do projecto é feita pela Associação em Mértola para Desenvolver e Animar (AMDA), criada em 2001, que tem como objectivos gerais a dinamização sócio-cultural da população e a oferta de oportunidades de desenvolvimento profissional e artístico às pessoas que promovem e participam nas actividades realizadas.